Como diabos um homem acaba virando uma mosca? Nesta lista você tem 3 filmes que fizeram suposições de como uma metamorfose tão inusitada (para não dizer nojenta) poderia ser levada a cabo.

A Mosca da Cabeça Branca (1958)

     O cientista Andre Delambre trabalha em uma máquina capaz de teleportar objetos e pessoas. Apesar de funcionar bem ao transportar objetos inanimados, o uso da estrovenga em seres vivos é um convite ao desastre, fato atestado depois dele usar um gato como cobaia, fazendo o bichano desaparecer para sempre. Cabeça-dura, depois de resolver o mal funcionamento da máquina, o cientista usa a si mesmo para o teste seguinte.

     No entanto, uma mosca entra na cabine de teleporte quando a máquina é acionada, e os dois sofrem uma espécie de aglutinação: Andre se transforma em uma mosca gigantesca e meio-humana. O filme, para os dias de hoje, tem um desenvolvimento lento, mas é compensado pela situação bizarra e pela aparição de Vincent Price como irmão do cientista. É preciso dizer, no entanto, que não há muitos efeitos visuais e o “cabeção” da foto acima só aparece no final, o que funcionaria melhor se houvesse mais suspense durante o filme.

Quer ver o trailer? Clique aqui!

A Mosca (1986)

     Dirigido por David Cronenberg, este filme é, em tese, uma refilmagem do original de 1958, mas com mudanças radicais no modo como a transformação de homem em mosca é mostrada. O filme de 1958 nos choca muito pouco em relação à figura do “cientista transformado em mosca”, enquanto o trabalho de maquiagem desse filme o transforma em uma sucessão de imagens desconfortáveis. Transforma-o em um filme de Cronenberg.

     Assim, “A Mosca” está mais próxima de “Videodrome”, “Scanners” ou “Rabid – A Fúria do Sexo”, do que de “A Mosca da Cabeça Branca”. Aquilo que no original ansiava por parecer mais sutil, calcando no suspense clássico, em “A Mosca” se torna a imagem do horror físico e existencial de Cronenberg. Este filme realmente não é para quem estômago fraco, mas para cinéfilos que curtem o desafio. Melhor não ver o filme de barriga cheia.

Quer ver o trailer? Clique aqui!

Eega (2012)

     Eis um filme que mostra que os indianos, em matéria de cinema, estão ficando tão insanos quanto os americanos. A história de “Eega” gira em torno de Nani, um homem que é assassinado e, ao reencarnar na forma de uma mosca, busca vingança contra seus assassinos. Nesse caso, o protagonista não vira um ser “meio homem, meio mosca”, ele basicamente reencarna na forma de um inseto! E, no entanto, mantém sua consciência humana.

     Na história, Nani é morto por Sudeep, um industrial rico, do tipo que sempre teve tudo o que desejou. A causa do agravo entre os dois é Bindu, uma mulher que preside uma ONG e pela qual Sudeep se apaixona. O problema é que Bindu já gosta de Nani e quando Sudeep se dá conta disso, não consegue se controlar e mata o rival. O falecido reencarna em uma mosca e, como mosca, procura meios de se vingar. Divertido e bem feito, embora os efeitos 3D às vezes pareçam excessivamente artificiais.

Fala Hindi? Então clique aqui!

Me ajude, se você conhece algum outro filme no qual o protagonista vira mosca, escreva nos comentários!

Anúncios